Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vidas sem Sentido

Vidas sem Sentido

31
Ago17

Produtividade

Vidas sem Sentido
Um dos assuntos em que tenho bastante interesse é a produtividade.Além de ser um assunto bastante importante, eu sou (era...) um bocado desorganizada e o planeamento das coisas que tenho para fazer foi o que me ajudou a tornar-me mais produtiva.

Há uns meses atrás entrei neste mundo e foi aí que tudo mudou. Além das minhas tarefas começarem todas a ser realizadas, comecei a ter tempo para fazer outras coisas.

Sou capaz de ainda falar mais sobre isto aqui no blog. Que acham? Também já adotaram alguma técnica?
27
Ago17

Histórias da minha vida #1

Vidas sem Sentido

Antes de mais peço desculpa pelos dias em que estive fora mas como vão validar no texto fui de férias. Hoje vim compartilhar uma situação muito constrangedora que me aconteceu. Vim passar uns dias ao Algarve e como sempre, cheguei e fui logo dar um mergulho ao mar. Quando cheguei à toalha, fiquei a conversar mas o que eu não esperava é que quando olhasse para o lado visse um homem de seus 40 e poucos anos a tirar-me fotos.

Sim, eu fui fotografada na praia e apesar de ser completamente proibido há pessoas que ainda o fazem. Sei lá para onde foram aquelas fotos... Algumas pessoas podem achar isto normal mas eu não! Nunca me tinha acontecido uma coisa destas, pelo menos que eu tenha visto e senti-me mal e desconfortável naquele sítio. Enrolei-me na toalha e fui embora dali.

P.s.: Eu ainda pensei em ir pedir-lhe explicações mas achei que poderia correr mal.

11
Ago17

A importância da família

Vidas sem Sentido

Será que é preciso construírmos uma família quando crescemos? Será que é preciso fazermos o que os outros querem? Será que para sermos felizes precisamos de uma família? A resposta é não. Cada um de nós tem os seus sonhos. Cada um de nós tem um objetivo. Cada um de nós escolhe o que quer para si próprio.

Se o teu objetivo é ter uma mulher e filhos vai em frente. Mas existem pessoas que não desejam isso. Que sonham com outras coisas! Os nossos pais costumavam dizer-nos que ter uma família é a maior alegria de todas. É o que nos vai deixar felizes. E eu acredito que seja mesmo uma alegria, mas para algumas pessoas essa não é a maior alegria de todas! Uns querem viajar, outros tornar-se melhores profissionais...

Isto tudo para dizer para não viverem o que os outros querem e sim o que vocês querem! Se a família não é a vossa prioridade não há problema nenhum nisso! Vão em frente com os vossos sonhos!

03
Ago17

Reclamar não funciona

Vidas sem Sentido

Não sei o que dizer. Queria agradecer pelo destaque no post anterior. Obrigada mesmo. Foi o meu primeiro destaque. Fiquei mesmo feliz!

O tema de hoje é o equilíbrio. Eu estava a sair do shopping e vi duas raparigas que estavam a conversar. Uma delas colocou os sacos de compras no chão e começou a dizer à outra que a vida era difícil. Que tinha de fazer compras porque necessitava mas que gastava dinheiro e não levava nada. Eu como sempre comecei a pensar. Olhei para os dois sacos no chão e pensei; Não lamentes o dinheiro que foi embora. Alegra-te com o que conseguiste com ele. Naquele momento percebi uma coisa muito interessante. O ser humano está sempre a reclamar e nem sabe que isso faz mal para a saúde. Sim, faz mal! Causa stress que aumenta a presão arterial e o colestrol além de causar problemas de memória, risco de diabetes, doenças cardíacas e obesidade. Os que reclamam não percebem mas são desiqulibrados. Pensem comigo: Se tu reclamas que o salário é baixo é porque tens emprego. Se reclamas que o dinheiro é pouco é porque tens dinheiro. Se reclamas que estás a comer sem carne é porque tens comida. Se reclamas que a vida é dura é porque tens vida. Se reclamas que a casa é fria é porque tens casa. Por favor, PARA DE RECLAMAR! Se o salário é baixo tenta trabalhar mais. Se o dinheiro é pouco, economiza mais. Se a vida é dura, talvez porque tu és mole. Afia as ferraentas e bate com mais força. Se a casa é fria, aquece-a nem que seja com calor humano.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D