Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vidas sem Sentido

Vidas sem Sentido

17
Jan18

Metas e Prioridades

Vidas sem Sentido

Sempre gostei de me sentir produtiva. Sempre gostei de chegar ao final do dia e perceber que fiz coisas importantes, que terminei tarefas e que estou pelo menos um pouco mais perto dos meus objetivos. Acho que esta rotina já faz parte de mim. Anotar o que tenho de fazer no dia seguinte, aprender coisas novas a cada dia... E hoje estou mesmo nesses dias mesmo bons. Gostava de compartilhar esta sensação convosco por isso mesmo decidi abrir um novo quadro no blog que será exclusivamente para esse tipo de assuntos. Acho que vai ajudar imensas pessoas ou pelo menos dar motivação para alcançarem os seus sonhos. Se tiverem alguma sugestão podem também dizer porque iria adorar saber e assim puder fazer conteúdos que fizessem realmente alguma diferença.

13
Jan18

Prever momentos

Vidas sem Sentido

Será verdade que nós sentimos o que irá acontecer no futuro? Será verdade que nós pressentimos quando alguma coisa irá correr bem ou mal? Ultimamente estas têm sido as perguntas que costumam estar na minha cabeça. E sim, pelo menos eu tenho motivos para acreditar que sim! Nos últimos dias tenho percebido que às vezes nós até sabemos que algo irá correr mal, que o que iremos fazer não vai dar em nada, mas fazemos na mesma! Tenho que admitir que desde pequena eu fui assim. Eu tenho de ter todas as certezas, tenho de saber realmente que esgotei todas as possibilidades que havia para conseguir alguma coisa, pois se não o fizer vou ficar sempre a pensar no que poderia ter acontecido "se" eu tivesse tentado desta ou daquela maneira. Isto para dizer que na maioria das vezes o nosso instinto está certo! Temos que estar atentos para não ser dessas pessoas que erra e volta a errar.

09
Jan18

Continuar em vez de recomeçar

Vidas sem Sentido

Voltei à realidade depois de uns longos dias de férias. Realmente as férias são ótimas mas já sentia falta de algumas coisas. Voltei à realidade e prometo fazer de tudo para ser um ano incrível. Às vezes é importante recomeçar de novo, mas devemos saber que nós nunca começamos realmente de novo. Tudo o que vivemos nos anos anteriores foram aprendizagens que nos mudaram e nos tornaram a pessoa que somos hoje. Espero que este ano seja um pouco melhor que o anterior e vou esforçar-me para isso, mas também quero que seja uma continuação de tudo o que já vivi. Desejo-vos um bom ano e que consigam alcançar tudo o que desejam. Feliz 2018!

27
Dez17

Q&A Respostas #Blogmas24

Vidas sem Sentido

Desculpem o atraso deste post que era para ter saído dia 24 mas quis aproveitar bem o Natal com a minha família e acabei por não ter tempo. Mas aqui estou eu para responder às perguntas.

Simple Girl :

  1. Porquê o nome "Vidas sem Sentido"? Escolhi este nome quando criei o blog porque queria e quero ajudar as pessoas a encontrar um sentido para a vida de cada uma delas. Todos aqueles que têm uma vida, encontrem o sentido para ela e sentem-se realizados.
  2. Se soubesses que o mundo acabava na passagem de ano, o que farias até 2017 acabar? Diria a todos as pessoas que gosto o quanto as adoro e tentaria passar o máximo de tempo com elas. E também tentaria ter uma passagem de ano incrível para acabar o mundo da melhor maneira possível.
  3. Qual é a coisa que mais gostas de fazer quando não tens nada de importante ou prioritário para fazer? Normalmente vou fazer desporto ou então passo algum tempo com a minha família. Também adoro escrever. Mas sejamos sinceros, quando me sinto sem motivação para nada ou estou cansada costumo ir ver séries ou algum filme.
  4. Noite de borga com amigos e uma valente ressaca no dia seguinte ou, noite divertida com amigos em casa a conversar ou a jogar algum jogo? Prefiro estar em casa com os amigos, sem dúvida Apesar de também gostar de sair prefiro aproveitar o tempo que tenho para falar com os amigos do que ir para dentro de quatro paredes com o som altíssimo e quase sem nos ouvirmos uns aos outros.
  5. Cães ou gatos? Sem querer ofender ninguém, acho os cães muito melhores que os gatos. Quando olho para um gato sinto sempre que ele vai fazer alguma asneira.
  6. O que queres fazer e que mensagens queres espalhar até o resto da tua vida? Gostava de poder compartilhar com as pessoas o conhecimento que tenho e poder aprender com o conhecimento de outras. Acho que assim seremos pessoas melhores.
  7. Gostavas de fazer voluntariado? Se sim, que tipo? Adorava! Principalmente se pudesse ajudar alguém, como por exemplo voluntariado nos bombeiros ou algo do tipo.
  8. Tens dois caminhos: o primeiro é recheado de amor, marido, filhos, etc... mas sem grande sucesso profissional, o segundo é totalmente o oposto. Qual escolhes? Eu sempre disse que não queria casar. Acho que pelos exemplos que tenho à minha volta: os meus pais estão separados e a maioria das pessoas ao meu redor. Acho que escolheria o segundo caminho porque não considero ter marido, filhos e etc. como uma prioridade, é uma escolha de cada um.
  9. Qual é o teu maior sonho? Achas que conseguirás alcançá-lo? O meu maior sonho prefiro não referir aqui, é uma coisa um pouco pessoal. Mas tenho mais alguns sonhos como ser fluente em inglês (apesar de já saber bastantes coisas, gostava de aprender mais) ou ir à Tailândia. E sim, acho que irei conseguir se me esforçar. Todos nós conseguimos o que queremos, basta acreditar e esforçar-mo-nos por aquilo que acreditamos.
  10. Como te imaginas daqui a 20 anos? Espero que a viver o meu maior sonho e sem pensar tanto em coisas pequenas e que não interessam.
  11. Qual é o teu maior medo? Acho que perder as pessoas que gosto. Ou então não conseguir aquilo que quero para a minha vida. Tenho medo de não conseguir, mas vou esforçar-me.
  12. Se pudesses escolher nascer noutro país qual seria e porquê? Adoro os Estados Unidos e adorava ser inglesa porque adoro a cultura e tal, mas também gosto imenso do meu país. Portugal é espetacular e um dos países mais seguros.
  13. Se pudesses entrar na história de um livro/filme qual escolherias? Se fosse um livro escolheria "O diário de Anne Frank" porque acho a história incrível e adorava ter conhecido a Anne. Se fosse um filme escolheria talvez "Boyhood" ou "Harry Potter".
  14. O que é que te deixa mesmo muito feliz? Música, amigos, desenho, filmes e séries.
  15. Qual é o defeito que mais detestas nas pessoas e qual a qualidade que mais aprecias? Detesto as pessoas que mentem e aquelas que fingem que não te conhecem, essas são as piores. Adoro pessoas sinceras e simpáticas e que se importam contigo.
  16. És feliz? Sim, acho que acima de tudo é o que mais importa, se somos felizes ou não.

 

Espero que tenham gostado. Beijinhos*

 

23
Dez17

Feliz Natal a todos #Blogmas23

Vidas sem Sentido

Hoje vim para o Porto para passar o Natal com os meus primos que são de cá. Espero que tenham um ótimo Natal e desejo-vos felicidades para a vossa família! Que sejam muito felizes e aproveitem o tempo que têm com as pessoas que amam. Amanhã tenho o posto para responder-vos às vossas perguntas do Q&A de Natal .

22
Dez17

Harry Potter #Blogmas22

Vidas sem Sentido

Ontem decidi não publicar blogmas porque achei que não tinha nenhum assunto interessante e como não quero fazer publicar posts àtoa acabei por não fazer nada.

 

Acabei a saga do Harry Potter hoje. Gostei bastante e não me arrependi de ter visto. Aconselho todos a verem. O que acabei por perceber é que o tema principal é a morte, a coisa de que muita gente tem medo. Vou ser-vos sincera e dizer-vos que nem tenho assim grande preocupação com isso atualmente mas ao ver Harry Potter comecei a despertar um pouco e a perceber que tenho medo da morte sim, mas das pessoas que gosto.

 

Quando eu assisto alguma série eu fico realmente agarrada ao personagem e quando ele morre, que foi o que praticamente aconteceu em cada um dos filmes desta saga, eu fico mesmo triste e fico a pensar no porquê da autora ter feito aquilo. Apesar disso eu tento sempre arranjar um porquê para o que aconteceu.

Gostei da saga, apesar de não ser a minha preferida, e de certeza irei voltar a ver daqui a uns tempos. Se decidirem assitir depois digam-me o que acharam.

20
Dez17

Bullet Journal #Blogmas20

Vidas sem Sentido

Desde sempre que tenho o meu bullet sempre à mão mas acho que nunca falei dele aqui. Acho que seria uma boa ideia dar-vos algumas ideias se estiverem a pensar fazer e como organizá-lo para o ano que vem. Acham que seria boa ideia? Pesquisem no google para terem uma noção do que estou a falar. No post de amanhã falarei mais sobre isso.

Hoje passei por cá apenas para vos perguntar isso. A propósito, já fizeram as vossas as metas para o novo ano?

19
Dez17

Aprendi em 2017 que... #Blogmas19

Vidas sem Sentido

Aprendi que a nossa intuição quase nunca se engana e que lhe devemos dar ouvidos. Aprendi que a nossa família é das melhores coisas que temos mas que consegue irritar-nos quando quer. Aprendi que os amigos que tenho são incríveis e que por serem poucos não quer dizer que não sejam espetaculares, os amigos que tenho são os melhores que podia pedir.

Este ano foi dos mais confusos que já passei mas apesar disso foi incrível. Quero agradecer a todas as pessoas que fizeram o meu ano e melhor e sou grata por todos os momentos que tive este ano.

Espero que o ano seguinte seja ainda melhor porque irei esforçar-me para isso.

18
Dez17

Colecionar momentos #Blogmas18

Vidas sem Sentido

Hoje é dia 18! O tempo está a passar tão rápido! Ainda ontem era setembro.

Já colecionaram momentos? Aconselho-vos a fazerem-no e proponho-vos que seja em papel. Ter fotos mesmo em papel e que possamos olhar para elas o tempo todo é incrível.

 

Tenho uma máquina que só mostra as fotos quando as formos revelar e acho isso uma coisa mesmo incrível. Depois de as ter na mão costumo organizá-las num moral que tenho no quarto e fico a olhar para elas sempre que não tenho nada para fazer.

A sério, tentem e depois digam-me se também gostaram.

17
Dez17

Ele mereceu? #Blogmas17

Vidas sem Sentido

Eu tenho uma política. Imaginem que têm de aceitar as desculpas de alguém ou então não as aceitar. Uma das coisas que me costumava acontecer era eu querer desculpar a pessoa mas achar que ela não merecia.

Desde então uso a seguinte frase: "Ele/a pode não merecer mas eu quis!" Há vezes em que alguém fez mesmo asneira connosco e talvez não mereça mesmo o nosso perdão, mas apenas por eu querer, eu desculpo-a. Não há porquês!

Sei que muitos de vocês não são católicos, mas como sabem eu acredito em Deus, ou que pelo menos existe alguém que está sempre connosco, uma energia. E eu penso do seguinte modo, por todos termos pecado alguma vez na vida isso quereria dizer que não iríamos para o céu (ou algum tipo de universo fora da Terra), mas Deus quer salvár-nos! Essa é a única razão! E não precisa de haver mais. Ele quis!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D